Educação para Jovens e Adultos

Apesar de importantes progressos realizados nos últimos 10 anos, o analfabetismo continua relativamente importante em STP, sobretudo na população feminina e residente nas zonas mais carenciadas. Nos adultos com mais de 15 anos, a taxa de analfabetismo é de 12%.  A sua erradicação no horizonte de 2022 é o objectivo que se fixou o governo Santomense.

A expansão da rede de acesso à educação de jovens e adultos, em particular nas zonas mais carenciadas, a melhoria da qualidade e da eficiência de aprendizagem, o combate ao retorno ao analfabetismo, o reforço das capacidades institucionais da DEJA, constituem algumas das acções prioritárias propostas para a consecução do objectivo da erradicação do analfabetismo no país no horizonte 2022.

Objectivos

Erradicar definitivamente o analfabetismo nos jovens e adultos com mais de 15 anos, propiciando uma educação de qualidade, em articulação com actividades geradoras de rendimento, como forma de facilitar a sua inserção no mercado de trabalho.

Estratégias

Estratégia nº 1: Aumentar e melhorar o acesso à educação de jovens e adultos

Acções Prioritárias
  • Expandir, equipar e dinamizar de maneira equitativa centros de formação destinados à Educação para Jovens e Adultos (EJA);
  • Desencadear uma campanha de sensibilização e mobilização geral contra o analfabetismo;
  • Estimular a procura da Educação de Jovens e Adultos em zonas mais difíceis e desfavorecidas, através de campanhas de sensibilização e estímulos compensatórios;
  • Apoiar e consolidar as iniciativas extra estatais, nomeadamente das associações comunitárias, ONGs e demais parceiros em direcção da Educação de Jovens e Adultos;
  • Garantir a retenção dos formados, em particular as mulheres, através de estímulos compensatórios;
  • Mobilizar o apoio de todos os parceiros nacionais e internacionais para a consecução do objectivo de erradicação de analfabetismo.

Estratégia nº 2: Melhorar a qualidade e eficiência da formação e da aprendizagem

Acções Prioritárias
  • Formar e capacitar educadores, supervisores e formadores;
  • Garantir a produção e a distribuição de manuais e guias de apoio pedagógico;
  • Reforçar a função de seguimento e avaliação de desempenho;
  • Lutar contra o abandono, através de sensibilização, melhoria de condições físicas dos centros, atractividade de métodos de aprendizagem, estímulos compensatórios, entre outros;
  • Combater o retorno ao analfabetismo através da criação de programas adequados e implementação de medidas que facilitem a inserção sócio profissional;
  • Criar e institucionalizar um sistema de educação alternativa ao ensino formal,

adequando os actuais cursos nocturnos a essa modalidade de forma a garantir um sistema  educativo alternativo mais adaptado às características da população alvo.

 Estratégia nº 3: Reforçar capacidades institucionais da DEJA

Acções Prioritárias
  • Dotar a Direcção da Educação de Jovens e Adultos de condições adequadas de trabalho, essencialmente, instalações físicas, meios de transporte, equipamentos móveis e imóveis;
  • Dispensar módulos de formação para os diferentes escalões dos quadros da DEJA;
  • Dispensar seminários de formação destinados ao pessoal da DEJA.

Estratégia nº 4: Adoptar uma política apropriada de inserção profissional dos formados

Acções Prioritárias
  • Dinamizar e direccionar, cada vez mais, os cursos de alfabetização para actividades profissionais potenciadoras de inserção dos alfabetizados na vida social e profissional;
  • Criar e fazer funcionar centros de formação académica e profissional para adultos (mulheres e homens);

Indicadores de desempenho e metas mensuráveis susceptíveis de medir os progressos

Indicadores

Situação

em 2012

Metas fixadas

 para 2022

Taxa de analfabetismo de + de 15 anos

12%

0%

Taxa de pessoas alfabetizadas inseridas no mercado de emprego

70%

90%

Taxa de alfabetizados que obtêm melhores empregos

30%

70%

Taxa de sobrevivência para os níveis superiores do pós alfabetização

60%

85%

 

Modificado em %AM, %17 %535 %2015 %11:%Out.

Login para post comentários

NOSSA LOCALIZAÇÃO

Ministério da Educação, Cultura e Ciência

Rua Samora Machel, Agua Grande 

CP 41 - São Tomé, São Tomé e Príncipe

Visite-nos

 

FALE CONNOSCO

Par qualquer informação ou solicitação dos nossos serviços.

Fale connosco aqui

Liga-nos +239 2223366 / 2226412

Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.