Notícias

Notícias (150)

A Biblioteca Nacional de São Tomé e Príncipe foi palco da apresentação pública do Currículo da Pré – Escolar que se realizou na passada segunda-feira dia 20 de Fevereiro do corrente ano.

 

A elaboração do Currículo da Pré – Escolar é fruto da cooperação existente entre o Ministério da Educação, Cultura, Ciência e Comunicação, UNICEF e a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro –PUC-RIO. Várias são as actividades que se tem vindo a realizar no âmbito deste currículo.

 

 

 

Gabinete de Comunicação do MECCC.

A direcção do Ensino Superior realizou um encontro de 5 dias com técnicos do INEP-  Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais e técnicos da ABC- Agência Brasileira de Cooperação. O encontro teve como objectivo a realização de um trabalho de campo que possibilitasse a criação de um sistema de avaliação do Ensino Supeior.

 

Este encontro surge depois do MECCC ter solicitado aos parceiros brasileiros no âmbito da reforma do Ensino Superior, uma formação que visasse a criação de um sistema de avaliação com o objetivo de avaliar o Ensino Superior em São Tomé e Príncipe. Este projecto foi apresentado a agência brasileira de cooperação, e está a cargo do Instituto Nacional de Pesquisa Educativa- INEP- do Brasil que quer levar a cabo juntamente com o Ensino Superior um projecto de reforço das capacidades do Ensino Superior para a  melhoria da qualidade a nível  das Instituições do Ensino Superior do país.

 

 Na entrevista concedida ao gabinete de comunicação do MECCC, Agostinho Vaz de Sousa, director geral do Ensino Superior e Ciências, frisou a importância do projecto e afirmou “Neste momento não podemos dizer que o nosso Ensino superior tem ou não qualidade porque não temos instrumentos para avaliar. A equipa adoptou uma metodologia de trabalho, embora tivessemos que apresentar as nossas inquietações, os nossos problemas, mas, sugeriram  nesta primeira fase,  uma prospecção ”.  Segundo o director, nesta altura estão  a arquitectar ou a desenhar o projecto para o ensino superior.

 

 Dentro de alguns meses uma equipa deslocar-se-á ao Brasil para trabalharem específicamente sobre a matéria de avaliação in loco e, após essa visita uma oficina em São Tomé Príncipe para a produção de matérias para elaboração do sistema de avaliação.

 

 

 

Gabinete de Comunicação do MECCC

O Ministro da Educação, Cultura, Ciência e Comunicação, Olinto Daio, recebeu hoje em audiência, Marisa Mendonça do Instituto Internacional da Língua Portuguesa, o reitor da Universidade de São Tomé Príncipe, Ayres Bruzaca e o pró-reitor da mesma Universidade, João Pontífice.

 

A visita teve como objectivo, sensibilizar as autoridades santomenses para uma maior participação a nível do Instituto Internacional da Língua Portuguesa, uma vez que esta participação tem sido irregular e,  segundo  Marisa Mendonça, gostariam que São Tomé e Príncipe passasse a ter uma participação mais activa a nível das reuniões do próprio instituto e principalmente nas reuniões do conselho científico de forma ordinária anualmente. Marisa sugeriu ainda que, São Tomé e Príncipe participasse no desenvolvimento dos projectos do Instituto Internacional da Língua Portuguesa uma vez que os mesmos têm que ter uma reflexão em cada um dos países  membros da CPLP.

 

Segundo a porta-voz  do Instituto, os encontros  com alguns órgãos locais têm sido  bem geridos e com  uma grande abertura para as discussões e reflexões sobre os assuntos debatidos e, salientou que teve o mesmo feedback por parte do Ministro da Educação, Cultura, Ciência e Comunicação e, esá certa de que esta visita terá muitos bons frutos. 

O Instituto internacional da língua portuguesa  é um órgão da comunidade dos países da língua portuguesa.

 

 

 

Gabinete de Comunicação do MECCC.

Ofício n.º108/GM-MECCC/2017

 

   Assunto: Divulgação do Concurso de Consultoria.

A Direcção Administrativa e Financeira do Ministério da Educação, Cultura, Ciência e Comunicação, vem por este meio informar aos interessados que está a decorrer nesta Direcção um concurso Público Internacional de Consultoria para “avaliação externa à reforma do ensino secundário em São Tomé e Príncipe (2009-2016) ”.

   Os termos de referência e possíveis esclarecimentos poderão ser obtidos na supracitada Direcção, localizada no rés-do-chão do edifício do Ministério da Educação, Cultura, Ciência e Comunicação, telefone 2223366/2226412, e as propostas deverão ser entregues até ao dia 27 de Fevereiro do corrente ano.

Queira aceitar os nossos melhores cumprimentos.

 

Gabinete do Ministro do MECCC em S.Tomé, 14 de Fevereiro de 2017.

 

 

Realizou-se ontem no Centro Profissional Brasil-São Tomé pelas 10:00, a apresentação das Informações preliminares do levantamento sobre disponibilidade de alimentos, com vista a atender a demanda da alimentação Escolar.

A cerimónia foi presidida pelo director do PNASE, Edson Moniz, e contou com a presença de alguns parceiros do programa.

No seu discurso de abertura, Imaculada, representante da FAO, frisou a importância do programa para um crescimento saudável e afirmou ainda que trabalharão em 3 eixos.

Segundo a representante da FAO, o primeiro eixo tem como foco o apoio a regulamentação das leis, o segundo eixo é destinado a melhoria da alimentação escolar através da horta escolar e o terceiro eixo destina-se a comunicação, ou seja, melhorar a imagem do programa a nível nacional através de campanhas de sensibilização.

Já Sílvio Porto, consultor no quadro do projecto de cooperação trilateral sul sul Brasil – FAO, que fez um trabalho de campo com 138 comunidades envolvidas, sendo 9 delas da Ilha Príncipe, onde 22 pessoas estiveram envolvidas no processo disse que ainda há algum trabalho pela frente, porém dará todo tipo de apoio necessário para o avanço do programa.

Edson Moniz, diretor do programa nacional da alimentação e saúde escolar, disse ainda que pretende trabalhar com os produtos nacionais dado ao valor nutricional e garantiu que esta é também uma forma de incentivar os nossos produtores.

 

 

 

 

 

Gabinete de Comunicação do MECCC

O Ministro da Educação, Cultura, Ciência e Comunicação recebeu em audiência na passada quarta feira, a equipa que participa da organização do IV congresso internacional de educação ambiental dos países e comunidades de língua portuguesa.

O objectivo deste encontro foi abordar as questões relacionadas com a realização do quarto congresso internacional de educação ambiental nomeadamente as actividades a realizar e os eixos temáticos. O congresso realizar-se-á nos dias 17, 18, 19 e 20 de Julho de 2017 na Região Autónoma do Príncipe.

 

 

 

 

 

Gabinete de Comunicação do MECCC.

A Biblioteca Nacional de São Tomé e Príncipe acolheu por dois dias o atelier sobre o quadro de qualificações dos professores em São Tomé e Príncipe.

A actividade teve o seu inicio no dia 24 de Janeiro e o seu termino hoje, dia 26 do referido mês. O atelier contou com a participação da equipa da EFOPE, ISP, professores, os directores centrais do Ministério da Educação, Cultura, Ciência e Comunicação, a SINPRESTEP e de uma consultora internacional.


Trata-se de uma actividade do Ministério da Educação, Cultura, Ciência e Comunicação organizada pela Direcção Geral do Planeamento e Inovação Educativa, em colaboração com Agência Fiduciária e de Administração de  Projectos (AFAP), Financiada pelo Banco Mundial.

O atelier esta no quadro do  projecto educação de qualidade para todos e teve como objectivo a validação da proposta do documento sobre o quadro de qualificação dos professores ao nível nacional. Esta acção enquadra-se no conjunto de actividades programadas pelo Ministério da Educação, Cultura, Ciência e Comunicação inscritas no Programa Acelerar o Desempenho Educativo 2015-2018 (PADE).

 

 

 

 

 

Gabinete de Comunicação do MECCC.

O Ministério da Educação, Cultura, Ciência e Comunicação através da Direcção do Ensino Básico, procedeu na manhã de hoje no Centro Formação Profissional Brasil São Tomé e Príncipe, a entrega dos prémios aos participantes do concurso de paço fiá gleza que se realizou no passado dia 21 de Dezembro.

Neste concurso participaram 13 escolas do ensino básico ao nível nacional. A escola básica Atanásio Gomes, ficou no primeiro lugar, no segundo lugar a escola básico Venâncio Pires, e no terceiro lugar a escola de Capela e todos os participantes receberam prémios de participação.

 

 O director da direcção do ensino básico Esmael Fernandes, enfatizou a importância desta actividade para os alunos como forma de manter viva a nossa cultura no ambiente estudantil, e de levar até aos mais novos a o valor cultural de São Tomé e Príncipe. Esmael frisou ainda que esta é uma iniciativa que irá continuar para os próximos anos.

 

 

 

 

GABINETE DE COMUNICAÇÃO DO MECCC.

 

 

A Direcção do Ensino Básico deu início hoje á uma acção de formação subordinado ao tema “ Indisciplina e a violência nas escolas” no Centro de Formação Profissional Brasil São Tomé e Príncipe.

A formação será ministrada pelos técnicos da mesma direcção e tem como parceiro a UNICEF. Ela é destinada a cerca de 89 directores, orientadores e supervisor pedagógico das escolas básicas ao nível nacional e enquadra-se no âmbito do Programa Acelerar o Desempenho Educativo em São Tomé e Príncipe, que refere a aposta na formação contínua dos colaboradores do ministério da Educação, Cultura, Ciência e Comunicação com o objectivo de melhorar todo o processo educativo em São Tomé e Príncipe.

 Esta formação terá uma duração de três dias e tem como objectivo, proporcionar aos participantes conceitos suficientes para prevenir algumas acções que possam originar a violência nas escolas nomeadamente a violência física e psicológica, que segundo o director da Direcção do Ensino Básico, Esmael Fernandes, são dos casos que se têm registado nas escolas.

 

 

 

GABINETE DE COMUNICAÇÃO DO MECCC.

PUÍTA

Todos os indivíduos, nações têm a sua história/cultura, vivida de forma mais ou menos audaciosa, mas é o conjunto dessas manifestações que constitui a cultura de um povo. Ela é sempre importante no registar de acontecimentos, factos e causas que determinam as vivências e condicionam a vida numa determinada sociedade.

Esses  contributos que possibilitam às gerações vindouras compreender, desvendar e compilar, dentro do possível, de modo a que se possa fazer a História de um país, com as suas características e não outras, possibilitando, no caso de S. Tomé, que desfrutemos de uma das mais belas e dinâmicas culturas. Neste contexto falaremos de uma das nossas manifestações culturais a Puíta.

A Puíta, mais conhecida pelos santomenses como “Puíta” é um tipo de dança que faz parte da cultura santomense. Ela foi introduzida em S. Tomé e Príncipe pelos serviçais angolanos que na altura vieram trabalhar nas roças.

Organizados em filas indianas, sem um número definido de pessoas, as raparigas posicionam-se de um lado e os rapazes do outro, de modo a que fique um grupo defronte ao outro. Após o toque da música começam a dançar.

EM QUE CONSISTE A DANÇA?

Um rapaz desloca-se da sua fila e vai ao encontro a sua parceira e vice-versa e encontram-se no centro onde decorre a dança.

Dão a primeira, segunda e terceira “cumba” e regressam aos seus lugares, a seguir vem outro par e assim sucessivamente até todos dançarem e se possível repetir a ronda até que a música termine.

A Puíta ou semba é uma dança que se faz em homenagem aos defuntos. Diz-se que os espíritos dos mortos ficam inquietos e a forma de acalmá-los é dançando a Puíta noite do nojo até ao romper da manhã após a qual se celebra a missa.

Dançar a Puíta é uma forma de acalmar os espíritos daqueles que durante a sua vida trabalhavam nas roças, os “tongas” (oriundos de Angola e Moçambique), pelo facto de a Puíta fazer parte das suas actividades de lazer durante a sua vida. Defendem que os mortos continuam em contacto com o mundo dos vivos e que a actuação da Puíta é fundamental para o descanso dos mesmos.

 É todo um conjunto de crenças e superstições que vêm desde séculos atrás e nas quais o povo acredita cegamente, pensando que o não cumprimento das mesmas terá graves consequências no dia-a-dia das pessoas, que se verifica neste caso e não só. De notar que por vezes até um simples partir de pratos é encarado como manifestação dos mortos, significando que eles estão aborrecidos.

 

 

Pág. 5 de 11

NOSSA LOCALIZAÇÃO

Ministério da Educação, Cultura e Ciência

Rua Samora Machel, Agua Grande 

CP 41 - São Tomé, São Tomé e Príncipe

Visite-nos

 

FALE CONNOSCO

Par qualquer informação ou solicitação dos nossos serviços.

Fale connosco aqui

Liga-nos +239 2223366 / 2226412

Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.